sábado, 24 de julho de 2010

SHREK FOREVER AFTER / Shrek para Sempre

shrek forever after

ANO:
2010
PRODUZIDO POR:
Teresa Cheng, Gina Shay
REALIZADO POR:
Mike Mitchell
ARGUMENTO DE:
Josh Klausner, Darren Lemke
COM:
Mike Myers, Eddie Murphy, Cameron Diaz, Antonio Banderas, Walt Dohrn


O primeiro
SHREK (2001) revolucionou o mundo da animação. Em vez do típico conto de fadas, foi-nos dado algo de completamente diferente, onde o ogre é o herói e o príncipe é o vilão, tendo sido o primeiro filme a vencer o Óscar de Melhor Filme de Animação. SHREK 2 (2004) manteve o mesmo tom, desconstruindo os contos de fadas e brindando-nos com vários momenros hilariantes (a adição do Gato das Botas foi particularmente feliz); este tornou-se, na altura, o filme de animação que mais dinheiro rendeu nas bilheteiras, tendo sido ultrapassado por ICE AGE: DAWN OF THE DINOSAURS (2009). O terceiro filme desta saga, SHREK THE THIRD (2007), funcionou como produto de entretenimento, mas o nível é claramente mais baixo. E eis que chegamos a este SHREK FOREVER AFTER. O que mais poderia acontecer a Shrek? No primeiro filme conheceu o amor da sua vida, no segundo conheceu a família dela, no terceiro teve que se ajustar à vida no palácio e aos filhos que aí vinham; o que poderia o quarto filme trazer de novo?

Shrek (
Mike Myers) é agora um homem de família, que vive com Fiona (Cameron Diaz) e os três filhos de ambos na sua casa no pântano. Apesar de ser um ogre, a população já não tem medo dele, muito pelo contrário: tiram-lhe fotografias, seguem-no para todo o lado e pedem-lhe autógrafos. A constante pressão que esta vida lhe traz deixa-o fora de si. Ele sente saudades dos velhos tempos, uma época em que não tinha responsabilidades e ainda inspirava medo nas pessoas. A aproveitar-se disso está Rumpelstiltskin (Walt Dohrn), um feiticeiro amargurado que sempre desejou ser o rei de Far Far Away. Ele oferece a Shrek um acordo aparentemente simples: o ogre poderá ter um dia livre de responsabilidades e em troca terá que dar um dia do seu passado. Shrek aceita imediatamente, mas depressa se arrepende: vai parar a um mundo onde nunca nasceu, Rumpelstiltskin é o rei de Far Far Away, Fiona é a líder da resistência e os seus amigos Burro (Eddie Murphy) e Gato das Botas (Antonio Banderas) não o reconhecem. Para que tudo volte ao normal, Shrek tem que fazer com que Fiona se volte a apaixonar por ele.

Esta era, de facto, a forma mais inteligente de concluir a história de Shrek. E, a verdade, é que resultou: este filme é bastante melhor do que o terceiro e, na minha opinião, que o primeiro e segundo. As piadas que deram sabor aos três primeiros filmes continuam lá, mas esta história tem, sem dúvida, um tom mais negro e bastante mais sério. Ao entrar num mundo completamente diferente daquele que conhece, Shrek percebe que tinha a vida perfeita e que os bons velhos tempos são um passado que nunca mais terá o mesmo sabor. Já o velho ditado diz: só damos valor ao que temos quando deixamos de o ter. Uma conclusão digna e muito bem construída para uma das mais interessantes sagas animadas dos últimos tempos.


sexta-feira, 9 de julho de 2010

Óscares 2010: Algumas novas regras


Os responsáveis pela Academia das Artes e das Ciências Cinematográficas finalizaram as regras para a 83ª cerimónia de entrega dos Óscares.

A alteração mais significativa deu-se na categoria de Melhores Efeitos Visuais, que passará a contar com 5 nomeados em vez de 3. Tendo em conta a evolução tecnológica que se tem vindo a verificar neste campo, esta alteração faz todo o sentido.

Uma outra mudança deu-se na categoria de Melhor Filme de Animação, onde a duração exigida dos filmes candidatos passará de 70 minutos ou mais para mais de 40 minutos. Isto faz sentido, uma vez que a duração máxima das curtas-metragens que concorrem para as categorias que lhes correspondem (curta-metragem Animada, "Live-Action" ou Documental) é de 40 minutos, o que fazia com que os filmes com uma duração maior que 40 mas menor que 70 minutos não pudessem concorrer em nenhuma das categorias. Ainda nesta categoria foi acrescentada uma frase referente à técnica "motion capture", sendo que a utilização da técnica em si não é um exclusivo da animação.

As nomeações para a 83ª cerimónia dos Óscares serão conhecidas no dia 25 de Janeiro de 2011, sendo as estatuetas entregues no dia 27 de Fevereiro.